07/12/2017 - Câmara realiza solenidade para a entrega do título de Mérito Cultura
A Câmara Municipal de Caraguatatuba realiza a partir das 19h30, desta sexta-feira, em seu plenário, o título de Mérito Cultural ao Sr. José Joaquim de Andrade Filho (Mestre Zé Baiano).

A homenagem se dá por meio do decreto legislativo 359, de 13 de novembro de 2017, de autoria do Vereador Francisco Carlos Marcelino (Carlinhos da Farmácia), em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à valorização, proteção e memória da cultura de Caraguatatuba.

José Joaquim Andrade Filho, instrutor e Mestre de Capoeira conhecido como “Mestre Zé Baiano”, nasceu no dia 8 de janeiro de 1947 na cidade de Parapiranga - BA. É filho de José Joaquim Andrade e Antônia Francisca de Jesus. Aos 13 anos de idade veio para Americana – SP, trabalhando como servente de pedreiro. A partir de 1980 sua vida mudou por completo. Conseguiu vaga na CESP – Companhia Energética de São Paulo, em Caraguatatuba – SP, já casado com a Senhora Aparecida Martins de Andrade trouxe seus três filhos.

Iniciou-se na capoeira regional no ano de 1973 com professor Lobão em São José dos Campos - SP, protagonista dos filmes “O dia em que o santo pecou” e “Jeca e seu filho preto” com o grande ícone do cinema nacional Amâncio Mazzaropi, no qual ele fez o papel de filho. O Mestre Zé Baiano, conhecedor do lado histórico da capoeira de Angola procurou sua origem angolana onde conheceu o Capoeirista José Gabriel Góes, nascido em Santo Amaro - BA grande nome da capoeira na Bahia e conhecido como MESTRE GATO PRETO, imortalizado nas páginas do livro do grande escritor Jorge Amado e também premiado com Berimbau de Ouro, com apresentações por vários países dentre eles a África, Coréia do Sul e também Europa.

Em 27 de dezembro do ano de 1986 formou-se em CAPOEIRA DE ANGOLA com Mestre Gato Preto. Em visitas mensais à Caraguatatuba, Mestre Gato Preto transferiu os seus conhecimentos a seus discípulos como: puxada de rede, maculelê, samba de roda, formação de bateria e ritmo, chamadas, toques de berimbau e confecções de instrumentos. Com toda essa bagagem o Mestre Zé Baiano criou curiosidades e especulações no mundo da capoeira de Angola, pois se tratava de algo diferente. Antigamente os mestres escondiam seus conhecimentos por desconfiança, fatos que não ocorreram entre esses dois Mestres. Hoje o mestre Zé Baiano é conhecido internacionalmente com passagem por diversos países como: Portugal, Inglaterra, Finlândia, França e Alemanha.

Dentre centenas de certificados e diplomas, homenagens e grupos organizados no Brasil e no exterior o mestre Zé Baiano segue sempre orientando. Se apresentou na Finlândia com o Mestre Siri, no Japão com o Mestre Shimamoto, Brasil (Rio de Janeiro e Niterói) com o Mestre Formiga, com o Mestre Jaime em Sorocaba, com o Mestre Prof. Lagartixa em São José dos Campos – SP, na Academia de Capoeira Baiana, na Academia Capoeira de Angola com Professor Mestre Gato Preto, na Federação Paulista de Capoeira, na Academia Capoeira de Angola Mestre Primeiro Grau, no encontro Internacional de Capoeira em Marselha França, no 7º Encontro Angoleiro Centro Cajueiro, em Bordeaux, França, na Academia Capoeira Sol da Meia-Noite, em 2016, e no And Fast Áfricca Festival, em Tampere, na Finlândia.

Em 2016 recebeu o documento: Declarações de Intenções, entre o Ministério da Cultura do Brasil e a Finlândia, que facilita o Mestre Zé Baiano sua entrada na Finlândia para expor seus projetos.

Alguma das homenagens recebidas pelo Mestre Zé Baiano: Preservação de nossa Cultura, Troféu Abril para Angola (acontece todos os ano no mês de abril para homenagear aqueles que preservam nossa Cultura). É realizado cada ano em uma capital sendo a última em São Paulo pela Escola de Capoeira Cruzeiro do Sul.

O presente histórico foi baseado em documentos originais (com cópias aqui anexadas), elaborado por Benedito Hermenegildo Macedo, Auxiliar de Eventos da Associação de Capoeira Rei Zumbi que desde 1986 acompanha a trajetória do Mestre Zé Baiano até os dias atuais. É nosso conhecido desde o ano de 1996 quando recebeu a maior honraria do município, o Título de Cidadão Caraguatatubense pelas mãos do Vereador Edson do Amaral, Vereador Edinho.

“O Mestre Zé Baiano concentrou toda sua vida e também de seus familiares na nobre arte de difundir esta dança/música e escolheu nossa cidade como sede de sua academia. Elevar os conhecimentos da Capoeira, se doar no comprometimento de ajudar crianças e adolescente a aprender sua dança e retirá-los das ruas e ainda representar Caraguatatuba por onde se apresenta, faz com que esta Casa conceda-lhe essa honraria”, disse Carlinhos da Farmácia.
A sessão terá transmissão ao vivo pelo site: www.camaracaragua.sp.gov.br, pela rádio Caraguá FM, 89,5 e pelo facebook oficial da Câmara Municipal.

Av. Frei Pacífico Wagner, 830 - Centro - CEP: 11 660-280
Tel: 12 3897 2525
Horário de funcionamento: De segunda a sexta das 12h às 18h