(12) 3897-2525

02/09/2021 - Moção em comemoração ao Dia do Maçom é aprovada pela Câmara

Foi aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal na sessão de terça-feira (31), a moção 48/2021, em comemoração ao “Dia do Maçom”, comemorado em 20 de agosto. A proposta é de autoria do vereador Antonio Carlos Junior.

A propositura lembra que a data comemorativa foi instituída no ano de 1957. “Sabe-se que a maçonaria brasileira participou ativamente dos acontecimentos políticos de cabal importância para a Pátria, tais como a Independência, a Abolição da Escravatura e a Proclamação da República, tendo sido representada por maçons, dentre os quais são citados José Bonifácio, Gonçalves Ledo, D. Pedro I, Deodoro da Fonseca, Rui Barbosa e muitos outros. Também diversas entidades que prestam relevantes serviços a humanidade foram fundadas por maçons, como o: Escotismo por Robert Baden Powell; o Rotary Clube por Paul Harris; os Lions Clube por Melvin Jones e os grupos de jovens De Molays por Frank Sherman Land”, diz um trecho do documento.

A maçonaria é uma sociedade discreta, na qual homens livres e de bons costumes, denominando-se mutuamente irmãos, cultuam a Liberdade, a Fraternidade e a Igualdade entre os homens. Seus princípios são a Tolerância, a Filantropia e a Justiça. Seu caráter secreto deveu-se a perseguições, a intolerância e a falta de liberdade demonstrada pelos regimes reinantes da época. Hoje, com os ventos democráticos, os maçons preferem manter-se dentro de uma discreta situação, espalhando-se por todos os países do mundo. Sendo uma sociedade civil sem fins econômicos a maçonaria possui suas agremiações devidamente registradas nos Cartórios Públicos competentes, nada havendo, portanto, de secreto. A maçonaria não é uma religião. Seus integrantes professam as mais diversas religiões. Como no Brasil a grande maioria dos brasileiros é cristã, adota-se a Bíblia como livro da lei.

<< Voltar